A Quaresma na Umbanda

10/03/2011 22:14

Este texto foi publicado em 2010 e vale a pena reelembrar.

Publicada em 18/02/2010

A quaresma é o período de quarenta dias que antecedem à data máxima do Cristianismo, a ressurreição de Cristo. É um tempo de retiro espiritual onde os fiéis devem se recolher em oração e penitência para aguardar o Domingo de Páscoa. Isso dito fica claro que não há nela nada relacionado à Umbanda. Então porque tantos terreiros fecham suas portas nesses dias? 

Esse hábito vem diminuindo conforme vamos nos afastando do sincretismo religioso tão fortemente arraigado em nosso meio. Mas para muitos dirigentes, geralmente os mais antigos, é um crime abrir sessões nessa época. Aprenderam desde o inicio de suas vidas religiosas que todos os espíritos maus estão à solta e por isso um trabalho aberto seria como um imã para quiumbas e zombeteiros. Essa é uma versão católica demais para que levemos em conta dentro de nossos terreiros. Os irmãos necessitados que buscam ajuda em nossas casas não escolhem períodos determinados para solicitar auxilio e é muito contraditório achar uma porta fechada justo no momento de maior precisão. Respeito os antigos pais e mães no santo que seguem essa linha, mas discordo totalmente da falta de caridade prestada. Somos umbandistas e temos que nortear nossas ações dentro das leis de Umbanda e não devemos jamais nos ater ao calendário litúrgico de outras religiões. Se há tantos espíritos perturbados soltos durante a quaresma, é justamente nela que precisamos trabalhar para auxilio deles e de quem mais nos procurar. Peço aos irmãos que ainda cultivam esse antigo hábito que repensem sua forma de prestar a caridade, bandeira maior de nossa lei. Um pronto-socorro espiritual não pode, nem deve, permanecer sem atendimento durante um período tão longo.

Autor : Luiz Carlos Pereira

Fonte: http://pt.shvoong.com/humanities/religious-studies/1870344-quaresma-na-umbanda/

Voltar